Jards Macalé - Ocupação Jards Macalé (2014) - Parte 7/9

O músico Jards Macalé fala sobre política, e ele define sua postura como anarquista, construtivista, libertária e pacifista. Conta em detalhes como se deu o polêmico encontro com o general Golbery do Couto Silva, em que presenteou o militar com seu disco "Banquete dos Mendigos" (lançado em 1973 em comemoração aos 25 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e que foi imediatamente censurado), e recebeu em troca o livro de Golbery, "Geopolítica do Brasil". Ele relembra que a esquerda ficou furiosa com esse episódio, e o semanário "O Pasquim" publicou que o músico era um traidor. Macalé também fala sobre o anarquista José Oiticica, o avô do artista plástico Hélio Oiticica, que era de uma de suas maiores influências, com quem aprendeu sobre ação direta e agir politicamente. Depoimento gravado para a Ocupação Jards Macalé, em abril de 2014, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo/SP.